Centro Cultural do Ministério da Saúde





Conheça o Centro Cultural do Ministério da Saúde



O Centro Cultural do Ministério da Saúde (CCMS) foi inaugurado em 2001 como um espaço democrático de disseminação do saber na área da saúde pública. Instalado no palacete que abrigou o Pavilhão da Estatística nas comemorações do centenário da Independência, em 1922, o CCMS integra o Corredor Cultural do Rio de Janeiro.

Em 12 anos de funcionamento, o CCMS, que faz parte da Coordenação-Geral de Documentação e Informação/Subsecretaria de Assuntos Administrativos/Secretaria Executiva do Ministério da Saúde, já recebeu mais de 47 mil visitantes em sua sede.

As mostras itinerantes foram visualizadas por mais de 700 mil pessoas em todo o país. Para além das fronteiras nacionais, quase 300 mil acompanharam as exposições desenvolvidas pela unidade. Todas as mostras estão disponíveis na íntegra no site do Centro Cultural.


Assistência e supervisão técnica

O CCMS também desenvolve ações de cooperação técnica junto a unidades de documentação da área da Saúde. Atualmente, destaca-se a parceria com o Instituto Municipal Nise da Silveira, da Secretaria de Saúde e Defesa Civil do Município do Rio de Janeiro, através de um processo de recuperação, organização e informatização daquele que foi considerado o mais relevante acervo sobre saúde mental na América Latina. Entre os documentos oriundos da primeira instituição manicomial brasileira, o Hospício de Pedro II, criado em 1852, estão prontuários médicos do início do século XIX e livros de registro de escravos.

Contando com o apoio do Núcleo Estadual do Ministério da Saúde no Rio de Janeiro (Nerj), o projeto contribui para a formação de estagiários das áreas de Museologia, História, Biblioteconomia e Arquivologia. O projeto está em fase de conclusão para ser disponibilizado virtualmente ao público.


Reformas

Temporariamente, a sede da unidade encontra-se fechada aos usuários, devido às reformas necessárias para a plena acessibilidade ao prédio e a retomada das ações que tornaram o CCMS referência na difusão do conhecimento na área da saúde pública no País.

Palestras, debates, cursos, atividades culturais e científicas destinadas a profissionais, estudantes e convidados voltarão a movimentar o prédio histórico, discutindo os temas emergentes na área da saúde pública.

A videoteca do CCMS manterá uma programação de mostras temáticas compostas por acervos notórios como os do Ministério da Saúde, Vídeo Saúde (Fiocruz) e instituições de ensino e pesquisa de universidades brasileiras.

Os terminais de acesso aos serviços de consulta e pesquisa da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) permitirão aos visitantes conhecer integralmente a produção editorial do Ministério da Saúde, a legislação em Saúde, os sistemas nacionais de informação e as políticas e programas de Saúde implantados no País.