Memória da Loucura

Aparelho de Eletrochoque

Aparelho de Eletrochoque

A terapia eletroconvulsiva foi introduzida no Brasil em 1934. Tratamento psiquiátrico em que a corrente elétrica é aplicada no cérebro através de dois eletrodos colocados nas áreas temporais do crânio.

A corrente é aplicada através de uma máquina especialmente construída, com um cronômetro e um voltímetro. O esperado neste tratamento é que o paciente entre numa convulsão generalizada, o que o tiraria da crise.

O eletrochoque foi utilizado na Colônia Juliano Moreira até os anos 80, quando sua aplicação foi desativada.

Sistema Único de Saúde - Centro Cultural da Saúde - Ministério da Saúde