Memória da Loucura

Mandala

 

"Em regra a mandala ocorre em situações de dissociação ou desorientação psíquica. Em tais casos, é fácil verificar como o molde rigoroso imposto pela imagem circular, através da construção de um ponto central com o qual todas as coisas vêm relacionar-se, (...) compensa a desordem e confusão do estado psíquico."

Carl Gustav Jung

 

 

Mandala de Arthur Amora, sem título, década de 1940
Acervo Municipal Nise da Silveira

 

 

Sistema Único de Saúde - Centro Cultural da Saúde - Ministério da Saúde