Memória da Loucura

Reforma Psiquiátrica: Excluir não

No Brasil, o processo de Reforma Psiquiátrica é iniciado no final dos anos 70, a partir do Movimento de Trabalhadores de Saúde Mental. A Reforma Psiquiátrica como “processo político e social complexo” é formado por um conjunto de atores e instituições: gestores, trabalhadores, usuários, familiares, movimentos sociais, docentes, pesquisadores e estudantes. “Compreendida como um conjunto de transformações de práticas, saberes, valores culturais e sociais, é no cotidiano da vida das instituições, dos serviços e das relações interpessoais que o processo da Reforma Psiquiátrica avança, marcado por impasses, tensões, conflitos e desafios.”

Os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) são serviços de saúde estratégicos para a Reforma Psiquiátrica. Têm caráter aberto e comunitário, constituídos por equipe multiprofissional que atua sob a ótica interdisciplinar; realizam, prioritariamente, atendimento às pessoas com transtornos mentais graves e persistentes e às pessoas com sofrimento ou transtorno mental em geral, incluindo aquelas com necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas, seja em situações de crise ou nos processos de reabilitação psicossocial.

Nessa perspectiva, o CAPS é um lugar comunitário que atua nos territórios, compreendidos não apenas como espaços geográficos, mas territórios de pessoas, de instituições, dos cenários nos quais se desenvolve a vida cotidiana de usuários e familiares. É um lugar de referência e de cuidado promotor de vida que tem a missão de garantir o exercício da cidadania e a inclusão social de usuários e de suas famílias. São serviços substitutivos ao modelo asilar e apresentam diferentes modalidades de acordo com o porte e abrangência populacional: CAPS I, II e III, sendo que o CAPS III funciona 24 horas por dia, os 7 dias da semana. O CAPS ad e CAPS ad III atendem especificamente as pessoas com necessidades decorrentes do uso de álcool e outras drogas e os CAPS i (CAPS Infantil) são responsáveis pela atenção em saúde mental para infância e juventude.

Sistema Único de Saúde - Centro Cultural da Saúde - Ministério da Saúde