Conferências Nacionais de Saúde:

Contribuições para a construção do SUS

Esta foto em preto e branco mostra homens de terno sentados lado a lado. Nota-se, na primeira fila, mais senhores do que homens jovens. Esta foto em cores mostra multidão lotando um imenso salão. Há pessoas sentadas e em pé. Nota-se também que muitas fotografam ou filmam o que acontece em frente a elas. Esta imagem é uma logotipo da “8º Conferência Nacional de Saúde”. Nota-se o número oito, ao lado das palavras e dois riscos sob elas, um verde e um amarelo.
Imagem de logotipo da “12ª Conferência Nacional de Saúde”. Nota-se o desenho semelhante à bola azul na bandeira nacional, mas, ao invés de estrelas, observam-se bonequinhos. Percebe-se o slogan escrito ao redor do globo “Saúde: um direito de todos e um dever do Estado. A saúde que temos. O SUS que queremos. Conferência Sérgio Arouca”. Nesta foto em preto e branco, vê-se um homem indígena à esquerda. Ao fundo, nota-se um grande painel escrito “8º Conferência Nacional de Saúde”. Logo abaixo, percebe-se uma grande bancada com pessoas sentadas, como se fossem palestrar. Esta foto em cores mostra multidão sentada, lotando um imenso salão. Nota-se também que muitas aplaudem algo ou alguém que está em frente a elas. Ao fundo, percebem-se profissionais que filmam o evento.
A foto em cores mostra um salão imenso ocupado por multidão que se encontra sentada. Nota-se que na primeira fila há vários cadeirantes. Nesta foto em cores, observam-se algumas pessoas sentadas atrás de uma bancada. Nota-se que uma delas, um homem, fala ao microfone. Ao fundo, um grande banner exibe o logotipo da conferência. Esta foto em preto e branco mostra muitas pessoas sentadas, lotando um salão. Na primeira fila, há um bebê no carrinho, ocupando a vaga de uma cadeira. Ao fundo, notam-se faixas e cartazes sobre assuntos relacionados à saúde.
Imagem do logotipo da “14ª Conferência Nacional de Saúde”. Nota-se a identificação do SUS e três bonecos coloridos ao redor da cruz azul. Logo abaixo, lê-se: Brasília, DF - 30 de novembro a 04 de Dezembro de 2011. Nesta foto em preto e branco, à esquerda, que também é o fundo da imagem, nota-se uma longa bancada atrás da qual se sentam algumas pessoas. Ao redor delas, percebe-se uma multidão que ocupa local parecido com arquibancada de ginásio. Esta foto em cores mostra multidão lotando um imenso salão. Há pessoas sentadas e em pé. Nota-se também alguns cadeirantes na primeira fila.

Exposição no túnel de acesso Edifício Sede / Edifício Anexo

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, inaugurou dia 10 de novembro de 2011, a exposição Conferências Nacionais de Saúde: contribuições para a construção do SUS, instalada no túnel que liga o edifício-sede ao anexo do Ministério, em Brasília (DF). O ministro destacou a proposta da mostra, de aproximar os trabalhadores das conferências, já que muitos não tiveram oportunidade de participar, além de estimular as pessoas a buscar informação sobre o tema.

É uma oportunidade de os trabalhadores participarem e, como disse o saudoso professor Sergio Arouca, o Sistema Único de Saúde só sobreviveu ao longo dos anos devido à participação da sociedade.

Alexandre Padilha – Ministro da Saúde

A coordenadora-geral de Documentação e Informação, Eugênia Coelho, disse que a iniciativa partiu de uma demanda do Coletivo MS, que tem desempenhado um papel importante na aproximação de gestores, unidades e equipes para a construção dos trabalhos. Ressaltou ainda que a mostra é uma ação do Centro Cultural do Ministério da Saúde (CCMS), localizado no Rio de Janeiro, que dissemina o conhecimento em saúde de maneira lúdica, por meio de exposições que percorrem o país.

Histórias e conquistas

A trajetória das conferências, desde a primeira, em 1941, foi retratada em painéis, com fotos, textos e charges, que resgatam a memória da saúde pública. A iniciativa trouxe ainda homenagens a nomes representativos para a saúde no Brasil, como Sérgio Arouca e Zilda Arns.

A três semanas da abertura da 14ª Conferência Nacional de Saúde, o público pôde conhecer fotografias antigas, em preto e branco. "Os fotógrafos foram muito felizes na captura de diversos momentos emocionados dos profissionais de saúde envolvidos nas discussões", destaca a curadora da mostra e coordenadora do CCMS, Jussara Valladares, responsável pela organização do material.

As charges e as fotografias fazem parte do acervo do Departamento de Arquivo e Documentação, da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz, e da revista Radis, da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (Ensp/Fiocruz). "O objetivo de inserir as charges, de artistas como Caco Xavier, Aristides Dutra e Henfil, foi trazer leveza ao projeto e mostrar que, mesmo em momentos políticos difíceis, como a ditadura militar, foram realizadas quatro conferências – inauguracao, 1975, 1977 e 1980 –, o que demonstra a mobilização social", explica Jussara.

Um dos painéis é dedicado a Sérgio Arouca, que lutou pela universalização da saúde e presidiu a 8ª Conferência Nacional de Saúde, em 1986, a primeira que incluiu o usuário nas discussões sobre as políticas para o setor.

A médica pediatra e sanitarista Zilda Arns, fundadora da Pastoral da Criança, também é homenageada, como reconhecimento do trabalho relacionado à saúde, nutrição, educação e cidadania.

A exposição apresenta ainda uma linha do tempo, que reúne os temas, eixos e fatos relevantes de todas as conferências, de 1941 a 2007. As logomarcas das conferências também integram o projeto.

Além da parte impressa, o material contou com dois vídeos. Um deles com uma entrevista inédita de Sérgio Arouca, concedida em 2003 à então coordenadora-geral de Documentação e Informação, Márcia Rollemberg, e o outro, sobre o SUS, organizado por Célia Pierantoni, médica e professora adjunta do Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Fotos da inauguração

Créditos

Realização

Secretaria-Executiva
Subsecretaria de Assuntos Administrativos
Coordenação-Geral de Documentação e Informação
Centro Cultural do Ministério da Saúde


Curadoria

Jussara Fernandes Valladares


Produção executiva

Mônica Isabel Cordeiro Quiroga


Pesquisa

Jussara Alves Galvão
Mariana Duarte
Gisele Andrade da Silva


Design gráfico

Ana Aparecida Soares Ramos
Pedro Henrique de Souza Paiva


Webdesign

Rita Loureiro


Webdesign original

Ana Aparecida Soares Ramos


Assessoria técnica

Danielle Paes Gouveia


Revisão

Mônica Isabel Cordeiro Quiroga
Maria Carolina Santos Andrade
Isaias Alexandre Rodrigues


Montagem

FJ Produções

Supervisão

Jussara Fernandes Valladares

Danielle Paes Gouveia


Filme

Entrevista Sérgio Arouca

Locução: Rodrigo dos Santos Santana

Edição de áudio: Bruno Vieira

Fotografias: Radilson Carlos Gomes da Silva

Rui Faquini para a mostra A Saúde Bate à Porta

(www.ccms.saude.gov.br)

Edição das fotografias: Rodrigo Abreu

Professora Dra. Célia Pierantoni, no Curso de Especialização em Gestão de Saúde do Departamento de Políticas, Planejamento e Administração em Saúde / Instituto de Medicina Social / Universidade do Estado do Rio de Janeiro, com patrocínio do Ministério da Saúde e da Organização Pan-Americana da Saúde


Edição de imagens: Renato Oliveira


Parcerias

Departamento de Apoio à Gestão Estratégica e Participativa / SGEP
Núcleo de Audiovisual / Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais / SVS
Assessoria de Comunicação Social / GM
Coordenação-Geral de Serviços Gerais / SAA / SE
Coordenação-Geral de Gestão de Pessoas / SAA / SE
Coletivo MS
Secretaria Especial de Saúde Indígena / MS


Agradecimentos

Marcos Damasceno
Eugênia Belém Calazans Coelho
Heloísa Marcolino
Shirlei Aparecida da Silva Bastos
Priscila de Figueiredo Aquino
Rozângela Fernandes Camapum
Clóvis Boufleur
Renata Mendes
Shirlei Rodrigues Gonçalves


Fontes

Acervo fotográfico: Departamento de Arquivo e Documentação / Casa de Oswaldo Cruz / Fiocruz
Revista Radis – Comunicação em Saúde / ENSP / Fiocruz
Fotos: Adailson Calheiros e Álvaro Pedreira
Charges: Caco Xavier, Aristides Dutra, Henfil
Pastoral da Criança / Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)


Bibliografia

BRASIL. Conselho Nacional de Secretários de Saúde. As Conferências Nacionais de Saúde: Evolução e perspectivas. Brasília: CONASS, 2009.

Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública. Histórico da Saúde Pública.

LIMA, Nísia Trindade et al. Saúde e Democracia: história e Perspectivas do SUS. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2005.

SOPHIA, Daniela. Normas Operacionais: O que são? Como funcionam?. RADIS, Rio de Janeiro, n. 5, 17-19p., dez. 2002.

BRASIL. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. 12ª Conferência Nacional de Saúde: conferência Sérgio Arouca (relatório final): Brasília, 7 a 11 de dezembro de 2003. Brasília, 2005.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição: República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal, Centro Gráfico, 1988.

BRASIL. Lei n. 8.142, de 28 de dezembro de 1990. Dispõe sobre a participação da comunidade na gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) e sobre as transferências intergovernamentais de recursos financeiros na área da saúde e dá outras providências. Senado Federal, dez.1990.

BRASIL. Lei n. 8.080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Set. 1990.

ARNS, Zilda. Pastoral da Criança. Disponível em: https://www.pastoraldacrianca.org.br

BRASIL. CNS em Revista. Brasília, (1) número especial, setembro de 2011.