Centro Cultural do Ministério da Saúde





Conferências Nacionais de Saúde e Sociedade Viva – Violência e Saúde


Mostras virtuais são redesenhadas

Seguindo a meta de atualizar todo o acervo virtual de nosso site, mais duas mostras do Centro Cultural do Ministério da Saúde acabam de ser redesenhadas, de modo a se adaptar inteiramente aos padrões atuais da Internet. Desta vez, “Conferências Nacionais de Saúde: Contribuições para a construção do SUS” e “Sociedade Viva – Violência e Saúde” ganharam atualização tecnológica, tornando-se acessíveis a um número cada vez maior de visitantes.


As duas mostras, a partir de agora, passam a ser responsivas, isto é, encaixam-se, automaticamente, em qualquer dispositivo do usuário (como PCs, tablets e smartphones), bem como se adaptam a qualquer formato de tela. Além disso, descrições foram adicionadas a todas as imagens, permitindo que, através de um programa de leitor de tela, pessoas com deficiência visual possam acompanhar integralmente os conteúdos das mostras.



Legenda: Identidade visual da Mostra Sociedade Viva



Legenda: Painel da Mostra Sociedade Viva


A mostra “Conferências Nacionais de Saúde: Contribuições para a construção do SUS” faz um panorama histórico das Conferências Nacionais de Saúde, desde sua primeira edição, em 1941, até a 14°, que se realizaria em 2011, dias após a inauguração da mostra no túnel do Ministério da Saúde, em Brasília. Atravessando todo o contexto histórico que antecedeu a criação das Conferências, desde o início da construção das políticas públicas de saúde no país, a mostra assinala momentos e pessoas importantes nesta trajetória – como os médicos Sérgio Arouca e Zilda Arns, a 8° Conferência, da qual derivou a criação do SUS, e as Conferências Indígenas. Uma linha do tempo e um vasto acervo fotográfico também compõem a mostra virtual.


Já “Sociedade Viva – Violência e Saúde” aborda o complexo tema das relações entre saúde pública e violência – à época, a maior causa de morte entre a juventude brasileira –, mostrando o trabalho de instituições, políticas, serviços, programas, legislações, publicações e estratégias, governamentais e da sociedade civil organizada, que visavam à conquista de direitos sociais e de cidadania para reverter esse quadro. Desse modo, o público poderá conhecer, entre outros, o projeto Quatro Varas, que registra o trabalho comunitário realizado na favela do Pirambu, em Fortaleza, e o projeto “Rocinha: O Mundo da Arte – troque sua arma por um pincel”, oficina de arte realizada na favela do Rio de Janeiro que retrata a realidade da comunidade e garante um meio de expressão e de cultura para seus moradores. Com vários elementos informativos, a mostra conta ainda com acervo de filmes sobre o tema e um apanhado das itinerâncias realizadas país afora.


O Centro Cultural do Ministério da Saúde mantém seu propósito de divulgar informações em saúde pública, reafirmando seu compromisso de garantir um acesso cada vez maior a essas informações. A expectativa é de que mais mostras sejam redesenhadas futuramente.



Confiram as mostras virtuais:



Conferências Nacionais de Saúde: Contribuições para a construção do SUS



Sociedade Viva-Violência e Saúde



Legenda: Foto da 8° Conferência Nacional de Saúde, com liderança indígena em destaque. Acervo: Departamento de Arquivo e Documentação/Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz. Foto de Álvaro Pedreira



Legenda: Foto da 8° Conferência Nacional de Saúde, durante a fala de Sérgio Arouca. Acervo: Departamento de Arquivo e Documentação/Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz. Foto de Álvaro Pedreira